1 de ago de 2018

NA TEORIA É UMA COISA, NA PRÁTICA, É A MESMA COISA!!!


POR RODRIGO GREGÓRIO
DA SILVA (16/11/2006)
Neste pequeno manuscrito, iniciamos uma discussão que, a nosso ver, vem sendo realizada de forma equivocada, displicente ou mesmo irresponsável. O conhecimento, em especial o científico, é fundamental para todos aqueles que desejam desenvolver uma atividade cuja maior virtude, por exemplo, é o saber. Ou seja, saber usar a informações, o conhecimento, como forma de melhor desenvolver seus projetos. Nesse contexto procuramos relatar um fato que já há algum tempo vem nos incomodando. Não vamos procurar aqui ser partidários, mas sim justos. Quem nunca presenciou alguém do alto de sua sabedoria expressar a ideia que 'na teoria é uma coisa, mas na prática é bem diferente'?

Acreditamos que essa ideia não seja bem acertada, que o conhecimento científico, aplicado na forma de tecnologias, não seja portador de condições que lhes capacite a resultar em melhorias, em incrementos, em aumento da eficiência dos sistemas nos quais serão usados. É bem verdade que várias tecnologias disponibilizadas pelos mais variados autores e/ou centros de produções não sejam capazes de resultar em melhorias em sistemas de produção aos quais se destinam. Mas acreditamos que os maiores responsáveis por esses acontecimentos são: os 'inventores dos conhecimentos milagrosos de má índole', seus repassadores inocentes, ou não, e os incríveis e sábios aplicadores, conhecedores na prática de tudo.
 "Mas acreditamos que os maiores responsáveis 
por esses acontecimentos são: os 'inventores 
dos conhecimentos milagrosos de má índole', seus 
repassadores inocentes, ou não, e os incríveis e 
sábios aplicadores, conhecedores na prática de tudo".
Ao se permitir e fortalecer esse pensamento, estamos criando uma falsa ideia de que os resultados gerados nas ciências e em especial nas agrárias não possuem capacidade de repetição além dos muros dos centros de desenvolvimento científico. E assim abrimos as portas para a velha afirmativa acima questionada, abrimos as portas para aqueles que se vangloriam dos incríveis resultados obtidos por meio das proezas práticas resultantes das cópias. Se em outras áreas a auto-medicação é um problema, nas agrárias parece ser a solução, ao menos é o quem vêm sendo revelado pelos atos de muitos técnicos desinformados ou de 'sábios' produtores. Planejar um negócio, definir seus objetivos, traçar suas metas, realizar avaliações e tomar decisões são bem mais que copiar um espaçamento entre aspersores ou linhas de cultivo, em importar uma nova variedade de planta ou raça milagrosa, em decidir se compra uma mula preta ou um cavalo alazão.
A falsa ideia de que o conhecimento prático é tudo em um sistema de produção é no mínimo ingenuidade. O abandono ou negação dos conhecimentos técnico-científicos em detrimento ao conhecimento prático é o principal responsável pelo atraso tecnológico verificado na grande maioria das unidades de produção, melhor, de extração ou de coleta de produtos oriundos da terra. As verdadeiras unidades de produção, com perfil de empresa moderna, que busca eficiência no processo produtivo objetivando aumentos nos seus lucros, acompanham de perto o desenvolvimento científico, utilizando as recém desenvolvidas tecnologias, conseguindo incrementos significativos nos seus lucros, permanecendo competitivas num ambiente de mercado aberto, onde os eficientes permanecerão.
"Se em outras áreas a auto-medicação é um problema, nas agrárias
parece ser a solução, ao menos é o quem vêm sendo revelado pelos
atos de muitos técnicos desinformados ou de 'sábios' produtores".
Finalizamos afirmando que na teoria é uma coisa e na prática é a mesma coisa, basta ter a capacidade de entender as tecnologias, de saber como, onde e quando aplicá-las, basta ter a capacidade necessária para realizar um diálogo de saberes onde a teoria e a prática caminham juntas, de mãos dadas, buscando a obtenção de melhorias sejam elas técnicas, financeiras, ambientais e sociais. Mas que fique claro, a teoria é a descrição do que ocorre na prática e a prática é a aplicação do que diz a teoria. E guardados os ajustes inerentes aos processos, são iguais!



Clique na imagem
Clique na imagem
As ilustrações não são do autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pensamento do mês

Pensamento do mês